Biografia

Filho de Arnon Afonso de Farias Mello e Leda Collor, Fernando Collor de Mello é proveniente de uma família com grande tradição política. O avô materno, Lindolfo Collor, exerceu vários mandatos políticos e foi ministro do Trabalho no governo Getúlio Vargas, quando elaborou e consolidou o conjunto das leis trabalhistas brasileiras – considerado, na época, um dos maiores avanços sociais da América Latina.

Seu pai, Arnon de Mello, foi senador da República e governador de Alagoas.

Collor, ainda menino,acompanhando o senador Arnon de Mello num evento político.

Collor, ainda menino,acompanhando o senador Arnon de Mello num evento político.

Casado com a arquiteta Caroline Medeiros Collor de Mello, com quem tem duas filhas – as gêmeas Cecile e Celine – Fernando Collor é pai, também, de Arnon Afonso, Joaquim Pedro e Fernando James, frutos de relacionamentos anteriores.

Jornalista e bacharel em Ciências Econômicas, formado pela Universidade Federal de Alagoas, Collor foi presidente do CSA (época em que contratou Felipe Scolari como técnico do time), diretor do jornal Gazeta de Alagoas e superintendente da Organização Arnon de Mello, grupo que congrega as empresas de comunicação da família.

Porém, desde pequeno, mostrava sua vocação para a vida pública. Gostava de acompanhar o pai nas atividades políticas (foto) e acabou tornando-se o mais jovem prefeito de Maceió, nomeado para o cargo pelo então governador Guilherme Palmeira, em 1979, aos 29 anos de idade.

Em 1982, foi eleito deputado federal, e em 1986, elegeu-se governador de Alagoas. Com discurso incisivo e medidas de impacto, como o corte de mordomias e supersalários no serviço público, tornou-se conhecido nacionalmente, como o “Caçador de Marajás”.

Mais que isso, projetou-se como um nome forte na disputa pela Presidência da República e, em 1989, ganhou a eleição contra adversários fortes, como Leonel Brizola e Luiz Inácio Lula da Silva. Foi o mais jovem presidente da história do Brasil – assumiu o mandato com apenas 40 anos de idade – e o primeiro a ser eleito pelo voto direto do povo, após o período do Regime Militar (1964-1985).

Governou o país por dois anos. Isolado pela classe política e sem apoio do Congresso Nacional, foi alvo de julgamento político, culminando com o impeachment. Mais tarde, seria inocentado em processo que tramitou no STF.

Em 2006, após mais de 10 anos afastado da política, Collor elegeu-se senador da República por Alagoas, numa campanha recorde, de apenas 28 dias.

Confira o currículo de Collor, traduzido em várias línguas, e não deixe de visitar o link Linha do Tempo, para conhecer detalhes da trajetória de um líder.

 

Currículo

(Também em espanhol, francês e inglês)

DADOS PESSOAIS:

Fernando Affonso Collor de Mello

Senador pelo Partido Trabalhista Brasileiro( PTB) – Alagoas

Profissão: Jornalista e Economista

Nascimento: 12/08/1949, Rio de Janeiro – RJ

Filiação: Arnon Affonso de Farias Mello e Leda Collor de Mello

Cônjuge: Caroline Serejo Medeiros Collor de Mello

MANDATOS ELETIVOS:

  • 1979 a 1982: Prefeito de Maceió – Alagoas
  • 1983 a 1986: Deputado Federal pelo Estado de Alagoas
  • 1987 a 1989: Governador do Estado de Alagoas
  • 1990 a 1992: Presidente da República Federativa do Brasil
  • 2007 a 2015: Senador pelo Estado de Alagoas

ATUAÇÃO PARLAMENTAR NO SENADO FEDERAL:

Biênio 2007/2008

  • CAE – Comissão de Assuntos Econômicos: Titular
  • CRE – Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional: Titular
  • CMEMC – CMESP – Comissão de Mudanças Climáticas: Titular
  • CREMRFA – Subcomissão Permanente para Modernização e Reaparelhamento das Forças Armadas: Titular
  • CRER20 – Subcomissão Permanente de Monitoramento da Implantação das Medidas Adotadas na Rio+20 e Regime Internacional sobre Mudanças Climáticas: Titular
  • CAS – Comissão de Assuntos Sociais: Suplente

Biênio 2009/2010

  • CATM – CESP – Acompanhamento de Metas fixadas pela ONU: Titular
  • CPIPETRO – Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a Petrobras: Titular
  • CAE – Comissão de Assuntos Econômicos: Suplente
  • CCT – Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática: Suplente
  • CREPAFF – Subcomissão Permanente da Amazônia e da Faixa de Fronteira: Suplente

Biênio 2011/2012

  • CCAI – Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência: Titular
  • COCN – Conselho da Ordem do Congresso Nacional: Titular
  • CPMIVEGAS – Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar operações ilegais envolvendo o bicheiro Carlinhos Cachoeira e agentes públicos brasileiros: Titular
  • CRE – Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional: Titular
  • CTDEFESACIVIL – Comissão Técnica de Defesa Civil: Titular
  • CTERIO20 – Comissão Externa para representar o Senado na Conferência da ONU – Rio+20: Titular
  • CTRCDC – Comissão Técnica de Modernização do Código de Defesa do Consumidor: Titular
  • CTRP – Comisão Técnica de Reforma Política: Titular
  • RBPM – Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul: Suplente

Biênio 2013/2014

  • CI – Comissão de Serviços de Infraestrutura: Titular – presidente
  • CMA – Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle: Titular
  • CRE – Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional: Titular

HOMENAGENS RECEBIDAS:

Comenda da Ordem do Ipiranga; Comenda da Ordem do Mérito Tamandaré; Ordem Nacional do Mérito – Grande Colar; Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul – Grande Colar; Ordem do Mérito Naval – Grã Cruz; Ordem do Mérito Militar – Grã Cruz; Ordem do Mérito Aeronáutico – Grã Cruz; Ordem do Mérito Judiciário Militar – Grã Cruz; Ordem de Rio Branco – Grã Cruz; Ordem do Mérito das Forças Armadas – Grã Cruz; Ordem do Mérito do Tocantins – Grã Cruz; Ordem do Congresso Nacional – Grande Oficial; Ordem do Ipiranga – Comendador; Ordem Timbira do Mérito Judiciário do Trabalho – Grão Mestre; Grande Medalha da Inconfidência – Minas Gerais; Medalha Mérito Tamandaré – Marinha; Medalha “Amigo da Marinha” – Marinha; Comenda Manoel André – Alagoas; Medalha Centenário – Tribunal de Contas da União; Medalha do Mérito Indigenista – Ministério da Justiça; Boutonnière da Associação do Comércio Americano – A.C.A; Boutonnière do Rotary International – Rotary Internacional; Ordem de San Martin – Grã Collar, Argentina; Ordem ao Mérito de Chile – Grã Collar, Chile; Ordem Mexicana de Aguilar Azteca – Grã Collar, México; Ordem do Condor dos Andes – Grã Collar, Bolívia; Ordem da Torre e Espada – Grã Collar, Portugal; Ordem Nacional “Al Mérito” – Grã Collar, Equador; Ordem ao Mérito Melitense – Collar, Malta; Ordem de Isabel a Católica – Collar, Espanha; Mais Nobre Ordem da Coroa do Reino – Grã Collar, Malásia; Grã Mestre da Ordem Nacional do Mérito – Collar, Paraguay; Ordem de Boyacá – Grã Collar, Colombia; Ordem “Amizade e Paz ” de Primeiro Grau – Grã Collar – Moçambique; Ordem do Libertador – Collar, Venezuela; Ordem ao Mérito da República Italiana – Grã Collar, Itália; Ordem General José Estrada Batalha de São Jacinto – Grã Collar, Nicarágua.

TRABALHOS PUBLICADOS:

  • O Desafio de Maceió, Sergasa/1981;
  • Maceió: Vinte Anos em Três, Sergasa/1982;
  • Relato para a história: a verdade sobre o processo do impeachment, SEEP/2007;
  • O Brasil está pronto para o Parlamentarismo, e você?, SEEP/2007;
  • Parlamentarismo: apresentação da PEC nº 31/07, que institui o Parlamentarismo no Brasil, SEEP/2007;
  • O Parlamentarismo em dez questões, SEEP/2007;
  • Meio Ambiente, Relações Exteriores e Defesa Nacional, SEEP/2007;
  • Brasil – um projeto de reconstrução nacional, SEEP/2008;
  • O Brasil aberto ao mundo: discurso de posse na Presidência da República, SEEP/2008;
  • Uma proposta social-liberal, SEEP/2008;
  • Reforma política e sistemas de governo, SEEP/2008;
  • “Caritas in veritate”: O amor na verdade, SEEP/2009;
  • Se queres a paz, prepara-te para a Democracia, SEEP/2009;
  • Acordo Brasil – Santa Sé, SEEP/2009;
  • Discurso de posse na Academia Alagoana de Letras, SEEP/2009;
  • Agenda 2009-2015: Desafios Estratégicos Setoriais, Infraestrutura para Inovação e Desenvolvimento, SEEP/2009;
  • Agenda 2009-2015: Desafios Estratégicos Setoriais, Infraestrutura de Políticas Públicas, SEEP/2009;
  • Agenda 2009-2015: Desafios Estratégicos Setoriais, Marco Regulatório do Pré-sal, SEEP/2010;
  • Agenda 2009-2015: Desafios Estratégicos Setoriais, Recursos Humanos para Inovação e Competitividade, SEEP/2010;
  • Agenda 2009-2015: Desafios Estratégicos Setoriais, Recursos Humanos para Inovação e Competitividade Formação e Capacitação Profissional para a Infraestrutura – Relatório Final, SEEP/2010;
  • Seminário Pré-sal : Marco Regulatório e reflexos da descoberta no desenvolvimento do Nordeste, SEEP/2010;
  • Diplomacia e Defesa: uma missão constitucional ativa do Parlamento, SEEP/2011;
  • Lei de acesso à informação: o alerta como missão, SEEP/2011;
  • Lei de acesso à informação pública, questão de estado: o debate sem distorções, SEEP/2011;
  • Fernando Collor: discursos 2010, SEEP/2011;
  • Rumos da política externa brasileira: Economia e Finanças, Defesa Nacional, SEEP/2011;
  • Rumos da política externa brasileira: Geopolítica e Relações Internacionais; SEEP/2011;
  • Rumos da política externa brasileira: Temas da Agenda Internacional Política Externa Brasileira; SEEP/2012;
  • A origem da Rio+20, SEEP/2012.